Minha Conta

CPF: Senha:

Cremos

Espírito Santo

Espírito Santo - O Consolador
Trata-se da terceira pessoa da Trindade, o que nos garante que o Espírito Santo tem uma vontade e uma mente, que são à vontade e a mente de Deus, e que Ele não é apenas uma influência.
I João 5:7
 
É através do Espírito Santo que Deus atua sobre os corações e as mentes dos homens. Sua obra é percebida desde o Velho Testamento, mas sua plenitude só foi concedida definitivamente aos homens, após a ascensão de “Cristo”, então houve o derramamento do Seu Espírito sobre a Igreja em formação, conforme havia sido anunciado e prometido.
Gênesis 6:3; I Samuel 16:12-13; Marcos 13:11; Atos 1:7-9 e 2:1-4.
 
O Espírito Santo é quem realiza, da parte de Deus, a obra de ministrar aos corações sobre a eleição de Deus; a queda do homem e o conseqüente resultado de seu pecado; a necessidade de arrependimento e confissão de fé sobre Jesus; Seu perdão e salvação; a obra graciosa da regeneração; justificação e santificação; a certeza de pertencer à família de Deus e , como filho ser levado à condição de perseverança; a adoração de Deus e o serviço aos homens, a atividade da Igreja no exercício dos dons e, por fim, sobre o amor, que é fruto da Sua obra em nós.
João 14:26; 16:7-15; Romanos 5:5, 8:9,15 e 17; Efésios 1:13, 5:18-21 e 4:8; I Coríntios 12:4-11; Gálatas 5:22-25.
 
Para que o homem confesse a Jesus, é necessário que esteja cheio do Espírito Santo, totalmente envolvido por Ele. E para que o homem ande nos caminhos de Deus, deverá estar constantemente cheio do Espírito, rogando sempre a Deus por isso. A unção do Espírito Santo será suficiente para ensinar-lhe a respeito de todas as coisas, capacitando-o para o testemunho. O homem poderá ter várias experiências de plenitude do Espírito, conforme o desafio que estiver diante de si.
I Coríntios 12:3; Gálatas 5:16-18; I João 2:20,27; Atos 2:1-4, 4:31
 
Reflexão
Atributos do Espírito Santo que o identifiquem como pessoa.
(Mateus 4:1; Lucas 12:12; Atos 5:32 , 10:19, 16:6-7; Romanos 8:16; I Coríntios 2:10).
 
Sobre a importância dos dons e como obtê-los.
(Romanos 12:6-8 e 11:29; I Coríntios 12:4-31, comparando os versículos 11 com o 33).
 
A importância do amor relativo aos dons e à vida cristã
(I Coríntios 12:31 e 13:1-3; Gálatas 5:22; I João 4:7-16).
 
Como ser cheio do Espírito Santo.
(Lucas 11:11-13).