Minha Conta

CPF: Senha:

Somos

Nossa história

1978 - Deus une e nomina
Deus une 12 jovens de 15 a 18 anos em amizade e colocam no coração deles uma inquietação jovem e ardente em traduzir a fé que confessavam, proclamando de maneira ainda mais prática e visível o amor que os alcançaram. É estabelecido o Conjunto Sal da Terra, uma banda de música e evangelismo  da I Igreja Presbiteriana em Uberlândia. O Conjunto percorria diversas cidades “salgando” a vida de muitos homens e mulheres dentro e fora das igrejas.Paulo Júnior, César Pereira, Chico Dutra, Ricardo Borges, Ricardy de Oliveira, Marcos Barros, Ronaldo Lara, Rubinho Pirola, Helder Bastos, Paulão Borges, Edivaldo Machado e Olsito ( Negão)  formavam esse grupo chamado carinhosamente hoje de “ os dinossauros”. Talvez eles não poderiam imaginar o que aconteceria anos depois, nem mesmo a força profética do nome (Sal da Terra)  que surgia ali. Era o início de um grande “incêndio”.

1981 - Nasce a Missão Sal da Terra
O até então conjunto musical passa a atuar também na área social criando um comitê de ações sociais  estabelecido posteriormente como a ONG “Missão Sal da Terra”. Foi um trabalho pioneiro no meio evangélico que não costumava aliar igreja à trabalhos sociais. O entendimento era que se fazia necessário uma ação mais direta na sociedade. Eles começaram a “salgar” a cidade de Uberlândia assumindo a então creche Sergio Marinelli e o orfanato Patronato dos Buritis, ilustrado na foto ao lado, um mover de Deus também foi experimentado entre o grupo em relação à adoção.
 
1988 - A Igreja Presbiteriana Karaiba é estabelecida
Via-se que o grupo, com uma ênfase evangelística- social, exercia também uma função pedagógica forte na vida de muitos homens e mulheres e Deus ia sendo acrescentando aqueles que iam sendo salvos.  Em 10 anos aquilo que era um pequeno grupo passou a ser uma comunidade de mais de 50 pessoas. Assim,em 1988, iniciou-se um grupo bíblico que rapidamente deu origem a uma igreja no bairro Karaíba, em Uberlândia. Essa igreja era uma congregação da Igreja Presbiteriana de Uberlândia (onde todos os doze congregavam) e que funcionava no quintal da casa de um daqueles jovens, hoje o pastor César Pereira. São emocionantes os relatos do que Deus operava na varanda daquela casa, em um galpão com chão de brita. Ele estava fortificando um povo para algo maior, curando caráter, estabelecendo amizades, fazendo revelar a identidade e natureza Dele, para que aqueles jovens pudessem estar convictos do designo de Deus para aquele grupo.

1990 - A Igreja Sal da Terra é estabelecida
Em 1990, o grupo que se reunia na casa se depara com muitas limitações estruturais devido ao crescimento. No mesmo ano a igreja é instituída  em outro prédio, no Bairro Martins, na cidade de Uberlândia para cerca de 500 membros.
 A igreja surge para dar amparo, condição e, principalmente, base eclesiástica, para o que já estava em andamento. Tempo depois da mudança  acontece o desligamento da Igreja Presbiteriana e a Igreja Sal da Terra é estabelecida.

Uma Musicalidade alegre que agregava outras expressões artísticas como a dança, junto ao trabalho ousado de evangelismo nas ruas da cidade e escolas e também de Missões transculturais, concomitante ao trabalho de ensino e ministrações proféticas na igreja marcavam nossa atuação.  Uma liderança jovem, além do grupo inicial era formada. Amigos e colegas daqueles jovens envolvidos vinham curiosos a saber o que Deus estava fazendo na vida dos seus conhecidos. Foram transformações de vida genuínas testificadas por aqueles que estavam de perto daqueles homens e mulheres.

A Igreja se consolida, se organiza, se expande, mas mantendo a mesma base relacional do início dessa história, permanecendo como um grupo de amigos.  O trabalho continuava se dando “para fora” concomitante a organização interna que serviria de suporte para preservação da visão e multiplicação de filhos e filhas através da igreja mãe – chamada de Sede.

1997 - Nova Sede
Em uma época de altos juros o conselho da igreja ponderava sobre  a possibilidade da compra ou construção de um imóvel. Em 1997, após muitas negociações, a igreja Sede amplia “a tenda”  adquirindo um prédio no bairro Daniel Fonseca. Foram anos de estruturação eclesiástica diante do crescimento que se via, crescimento tal que tornava visível que além do forte trabalho de evangelismo, missão e ensino era preciso investir na capacitação das novas lideranças e em um planejamento estratégico para plantação de igrejas.

 2001 - De Sede para Ministério
A Sede deixa de existir passando a ser a Igreja Sal da Terra Centroeste e outro grupo dá início a plantação de uma nova igreja no KAraíba.  Surge a figura do Ministério Sal da Terra formado por um tripé estabelecido por essas igrejas além da igreja no bairro Vigilato Pereira, na cidade de Uberlândia. Todas outras  igrejas existentes até então são liberadas a se tornarem independentes. Algumas seguiram outros caminhos, mas, a maioria, fazem ,em novembro de 2001, uma aliança pública reconhecendo uma vocação e chamado comum como Sal da Terra. Ao invés das igrejas estarem todas ligadas à Sede seguindo uma agenda e planejamento financeiro comum, elas seriam agora emancipadas e se organizariam de forma independente, resguardando o mesmo modelo de princípios e valores com um modelo de  igrejas cuidando de igrejas.